Clínica Carlos Bittencourt
Centro Comercial Saens Peña – Rua Conde de Bonfim, 310 – Sala 308 – Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 20520-054, 07:30 – 18:00
(21) 2569-2194

Mamografia Digital

Fonte: tuasaude.com

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo. É a maior causa de morte por câncer entre mulheres.

Os homens também podem ser acometidos, representando em média 1% do total de casos.

O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que para 2016/2017, sejam diagnosticados 57.960 novos casos.

Em sua fase inicial, muitas pacientes não apresentam sinais e sintomas, porém quando presentes, esses podem ser variados.

Tumores detectados em exame de rastreamento apresentam maior chance de serem menores e restritos à mama, aumentando as chances de sucesso do tratamento.

A mamografia digital como método de rastreio, tem como objetivo o estudo do tecido mamário para detecção de tumores, proporcionando diagnóstico e início de tratamento precoce do câncer mamário, antes do início dos sintomas, implicando na redução das taxas de mortalidade e de morbidade.

O exame mamográfico consiste na aquisição de imagens de RX, através da compressão das mamas. São realizadas duas incidências básicas para cada mama, num total de quatro imagens.

A compressão é fundamental para nivelar a espessura mamária, de forma a obter uma exposição uniforme aos feixes de RX, assim reduzindo a dose de radiação e melhorando a qualidade da imagem obtida.

Para melhorar a acurácia diagnóstica, pode ser necessário obter imagens adicionais, com posicionamento e angulação diferenciados, objetivando melhorar a visibilidade de detalhes e imagens específicas, favorecendo diagnóstico mais preciso.

Está indicada anualmente para mulheres acima dos 40 anos, como método de rastreamento, podendo também ser realizada em caso de suspeita clínica, fora dessa faixa etária.

Em caso de dúvida, procure seu médico.